h1

O nome Dele…

11 de junho de 2010

O Nome de Jesus é tão confortante quanto um colo protetor no momento da angústia

“…e vos escolhi  a vós e vos designei para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; sendo assim, seja o que for que pedirdes ao Pai em meu Nome, Ele o concederá a vós.”

Jo 15:16b

Quando desejamos mudança costumamos clamar pelo Nome de Jesus. Quando não desejamos mudança costumamos clamar pelo Nome de Jesus. Seja para eliminar o inverno que estamos enfrentando ou para  manter a estação agradável que estamos vivendo, nós usamos o Nome Dele.

A partir do instante que a ameaça chega perto querendo minar algo que apreciamos, abrimos a boca sem pensar duas vezes –  “está repreendido em nome de Jesus!!!!!!!” – e quando a situação está doendo tanto que parece não ter fim, abrimos a boca mais uma vez – “está repreendido em nome de Jesus!!!!!”.  Usamos o nome Dele para exterminar o mal que já enfrentamos e o mal que ainda é só uma ameaça.

Não há nada de errado nisso! O nome Dele tem poder! Mas você já parou para calcular quantas vezes por dia você o usa? Já reparou que a maioria de nós passou a usá-lo como um amuleto da sorte? Não o servimos, não o obedecemos, não o priorizamos, mas queremos que o nome Dele transforme nosso pranto em festa. Se pararmos para pensar um pouco no nosso passado, vamos nos lembrar de muitas situações que repreendemos no Nome Dele, de muitas bençãos que profetizamos no Nome Dele, mas nada aconteceu. Por que será? Jesus perdeu o poder? A procuração que nos entregou nos autorizando a falar em Nome Dele foi revogada? SABEMOS QUE NÃO!

A bíblia diz que Jesus nos escolheu e nos designou para irmos e darmos fruto que permaneça, e a partir desta condição poderemos usar o Nome Dele em benefício nosso e do Reino, sendo então atendidos. Quando obedecemos a esse comando, passamos para a situação de aptos a usar o Nome Dele eficazmente.

Não precisamos dar fruto para comprarmos o direito de viver em nome Dele. JAMAIS. Cristo nos concedeu todos os direitos. O único motivo para que Ele nos alerte em relação ao fruto é por causa de nossos corações. O fruto só permanece naqueles que se renderam verdadeiramente ao senhorio de Cristo, e nestes, o coração foi renovado, deixando de ser pedra e passando a ser carne. Somente corações renovados conseguem usar o nome Dele com eficácia. Corações inteiramente movidos pelo Espírito de Deus. Se não fosse assim, qualquer pessoa, incluindo os incrédulos que vivem nas trevas, alcançariam qualquer coisa apenas por dizer “em o Nome de Jesus”. Que grande confusão isso causaria!

O Nome Dele é eficaz, mas não por ser dito simplesmente! A eficácia se manifesta quando a boca que o diz está tão perto de Deus quanto o coração. O poder se torna visível quando o seu interior esta plenamente conectado com o Espírito Santo de Deus e Seu fruto…

Se o desejo é renovar uma situação… transformar a vergonha em honra… a tristeza em alegria… a dor em gozo… podemos clamar o Nome de Jesus, não como um feiticeiro falando a “palavrinha mágica”, mas  como filhos cativos ao Seu senhorio e conscientes da autoridade que esse nome tão precioso possui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: