h1

O hexa do próximo…

15 de junho de 2010

Deus se agrada da união dos corações! Na comunhão o SENHOR determina a benção!

“E aconteceu que, estando com eles à mesa, tomando o pão, o abençoou e partiu-o, e lho deu. Abriram-se-lhes então os olhos, e O conheceram, e Ele desapareceu-lhes.”

Lc 24.30-31

Hoje tem jogo do Brasil… toda a nação está com um só propósito. Não haverá um só coração brasileiro com um desejo diferente. Todos querem a vitória, todos torcem! O coração acelera, a mão fica trêmula, o estômago revira… todo o corpo se modifica pela expectativa da vitória… quão maravilhoso é torcer pela nação… e o mais fantástico é que passaremos 90 minutos em concordância total.

A comunhão se manifesta em meio à torcida brasileira; comemoramos um gol como se fosse nosso, choramos a derrota como se fosse nosso próprio fracasso. Compramos camisas, nos reunimos, comemos juntos.

Eis o grande segredo para renovação! O fato de estarmos cheios de problemas não nos impede de celebrar um jogo do Brasil. A tristeza se dissipa durante os dois tempos. Uma mente preocupada torna-se leve como uma pluma por causa do sonho do hexa. Kaká, Robinho, Luis Fabiano, Lúcio, Elano… torcemos pela vitória deles… queremos vê-los vencendo como se fôssemos parte do time.

Essa precisa ser a nossa posição quanto ao reino; temos que comemorar a vitória do próximo como sendo nossa; o “gol” do meu irmão precisa ser celebrado com júbilo… e até com “vuvuzela” se for preciso…

Mesmo estando tristes, jamais deixaríamos de comemorar uma bola na rede em favor do Brasil. Por que não fazer o mesmo com nossos irmãos? Por que não comer junto, chorar junto, cantar junto? Por que não sonhar com o “HEXA” na vida do próximo?

Os homens no caminho do Emaús estavam tristes e derrotados; o Cristo que eles decidiram seguir havia sido crucificado, e parecia não haver mais esperança. Tudo cheirava a morte. Mas quando sentaram em volta da mesa, tiveram sua derrota transformada em alegria. Tudo se fez novo. Descobriram, ceiando (sinônimo de comunhão), que o homem que havia caminhado com eles era o Salvador. Na comunhão, houve novidade de vida. Pararam de chorar pela morte e passaram a celebrar a vitória.

Se você não consegue manter comunhão, lembre-se de que os homens de Emaús estavam com Jesus na mesa. Se estivermos próximos de Deus, não há como não amar os outros filhos Dele.

Vamos pegar a unidade da copa como exemplo. Vamos esquecer de nossos problemas pessoais  torcendo  uns pelos outros, e pela vitória do Reino de Deus. Em meio a essa festa, podemos descobrir Jesus bem ali, sentado na mesa conosco; e não há ninguém que possa renovar nossas vidas a não ser Ele. Confie! Enquanto você exerce comunhão, o Filho de Deus aparecerá diante de seus olhos!

Medite em Lucas 24.13-31 e descubra como o Senhor fez tudo novo na vida desses homens. A palavra de Deus vai se revelar a você. Creia!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: